terça-feira, 4 de novembro de 2008

CORAGEM, CORAGEM...

Às vezes é preciso ter coragem prá encarar seus medos. Coragem prá encarar a solidão.
É preciso ter coragem até prá ficar em silêncio quando a multidão te ataca.

Hoje quando vinha prá casa, fui atacado por um cachorro na rua... Foi uma cena engraçada, pois me recuso até o último instante a agredir um cãozinho e olha que esse me testou ao extremo. Minha reação algum tempo atrás teria sido revidar a agressão e deixar a "briga" com o bichinho feia. Hoje silenciei enquanto o cão pulava em cima de mim e meu silêncio absoluto foi minando a fúria do animal. Por cerca de 3 minutos observei mudo a agressividade do cão que queria me morder à qualquer custo. Meus vizinhos assisitiam perplexos e espantavam-se com minha calma. Em determinado momento uma vizinha disse:
- Eu no seu lugar teria medo do cachorro me morder...
Minha resposta:
- Meu único medo era de que eu machucasse o cãozinho...

Vim prá casa disposto a soltar o verbo e mandar um furacão boca a fora... Pensei muito e lembrei-me de todas as vezes em que falei demais e magoei as pessoas...
Não sou um idiota por isso, definitivamente não sou. Mas freiar a fúria talvez tenha sido mais inteligente. Guardei as energias para o amanhã e espero ter melhores condições de falar. Hoje não seria um bom dia.
Coragem prá calar. Coragem prá silenciar quando o mais certo parece ser gritar e vomitar uma série de impropérios...
Calei-me por hoje. Calei-me mais uma vez, mas não me omiti. Meu silêncio tomou um ar mais sinistro do que qualquer palavra ríspida que pudesse ter dito.

"Onde está você agora além de aqui, dentro de mim?
Já que você não está aqui, o que posso fazer, é cuidar de mim..."
Vento no Litoral (Legião Urbana).

"Eu sei porque você fugiu, mas não consigo entender..."
L'Avventura (Legião Urbana).

4 comentários:

: : MAYRA ROWLANDS :: >>Fotógrafa e Produtora<< disse...

Se isso tivesse acontecido há 2 anos atrás, acho que nem teria te conhecido no show do U2! Amor ao primeiro cotovelão! aihauhauahuahuahauha

AMO-TEt

Kléber disse...

Hahahahaha... Pode ter certeza. Rsrsrsrsrsrs.

Fecer disse...

É duro ter que aturar mordidas em silêncio, nunca consegui!

Desculpe por não desejar um feliz aniversário, é que acho chato mandar mensagens virtuais, então fico te devendo meus cumprimentos!

Abração!

Kléber disse...

Relaxa, Fe. Quando me encontrar você me dá um abraço. Até mais!!!!!!